Portfólio do editor em

Belo Horizonte,

Mapa do Blog | Avise Erros | Contato

COMUNICAÇÃO | SOCIEDADE | CULTURA | ESPORTE

 

ESPORTE


Bastidores Compartilhar

Associação de Stand-Up Paddle cobra regulamentação do esporte em Copacabana

 
Produção: Léo Rodrigues / Reportagem: Alessandra Lago | 21/05/2014 Notícia veiculada pela TV Brasil / Repórter Rio

Há mais de dois anos, o Governo do Rio ignora a necessidade de regulamentar a prática de Stand-Up Paddle em Copacabana. A ausência de regras prejudica adeptos do esporte havaiano e banhistas do Posto 6.

Mar do posto 6 de Copacabana é propício para a prática de Stand-Up Paddle.

Mar do posto 6 de Copacabana é propício para a prática de Stand-Up Paddle. Foto: Aprosup / divulgação

Desde 2012, responsáveis pela prática de Stand-Up Paddle na praia de Copacabana vem tentando regulamentar a atividade. De origem havaiana, o esporte que consiste em remar de pé em cima de uma prancha está se tornando cada vez mais popular no mundo, ganhando adeptos também no Rio de Janeiro.

Segundo a Associação de Stand-Up Paddle do Rio de Janeiro (Aprosup), atualmente há em torno de 16 tendas mapeadas no posto 6 da praia de Copacabana. Há 2 anos, a entidade encaminhou à Secretaria de Estado de Ordem Pública do Governo do Rio (Seop) um projeto para a regularização, mas seguem escutando promessas do órgão sem nenhum avanço concreto. Além de deixá-los vulneráveis, a ausência de regulamentação coloca em risco a segurança dos usuários, pois não há nenhuma obrigatoriedade de utilização de equipamento de segurança. O projeto apresentado também se dedica ao ordenamento do espaço físico, para que seja respeitado o direito preferencial do banhista de utilizar a praia. Algumas tendas trabalham de forma inadequada.

LEIA TAMBÉM:

  • Abandonada pela Suderj, Vila Olímpica do Sampaio sobrevive com ajuda voluntária
  • No final do mês passado (28/04), houve uma nova reunião entre a Aprosup e a Seop. Segundo a Aprosup, o novo secretário Leandro Matieli, que tomou posse há cerca de um mês, disse que está atento à situação e irá regulamentar a atividade. Procurada pela reportagem da TV Brasil, a Seop disse que, nesse momento, não vai tornar nenhuma informação pública sobre o assunto.

    - Confira a matéria da TV Brasil, com produção de Léo Rodrigues e reportagem de Alessandra Lago:

     

    comments powered by Disqus

     

    O EDITOR


    Léo Rodrigues

    Repórter da Agência Brasil, formado em Comunicação Social pela UFMG em 2010. Ex-jornalista da TV Brasil e do Portal EBC, onde também atuou como editor de esportes. Diretor de documentários cujo foco de interesse é a cultura popular, entre eles os longas "Aboiador de Violas" e "Pra fazer carnaval mais uma vez". Saiba mais

     

    O BLOG


    O trabalho do jornalista nunca é isento. Trata-se de um exercício constante de escolhas. Para onde apontar a lupa? De que ângulo posicionaremos a lupa? Este espaço surge a partir do interesse do editor em concentrar o seu acervo de produções jornalísticas e, ao mesmo tempo, propor coberturas e reflexões sobre comunicação, sociedade, cultura e esporte. Entenda melhor a proposta

     

    QUEM É O EDITOR | PROPOSTA DO BLOG | MAPA DO BLOG | AVISE ERROS | CONTATO

    Alguns direitos reservados
    Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil exceto quando especificado em contrário.
    Permitida a cópia, redistribuição e alterações desde que se conceda os devidos créditos e mencione caso alguma adaptação tenha sido realizada.
    Saiba mais como funciona a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil